Festivais independentes: o Rock mais vivo do que nunca!

Fala rocker! Tudo certo?

A banda está lá, em cima daquele palco simples, sem luzes psicodélicas ou recursos pirotécnicos. Você sente que cada riff ecoa com uma paixão quase sobrenatural, os graves fazem seu estômago tremer e as batidas no bumbo te fazem querer pular cada vez mais alto.

“Mas que diabos, isso é um show do Iron Maiden?”

Poderia até ser, mas é louco ver que você pode sentir tudo isso em um show de bandas independentes que está rolando a apenas alguns quilômetros da sua casa.

Vou além. Com uma energia que é difícil de se encontrar em muitas bandas gigantes atualmente, as bandas ali em cima estão tocando como se fosse, ao mesmo tempo, o primeiro e o último show de suas vidas. Você pode olhar no rosto de cada músico e ver aquela expressão de “caralho, isso é real mesmo?”.

Eu particularmente acho isso incrível. Acredito que exista uma beleza única e diferenciada nesses festivais.

Sampa Music Festival, um dos mais importantes festivais independentes do país, irá realizar sua 14ª edição no próximo domingo, dia 28/02, em São Paulo. Na foto, a banda Gloria no palco do festival em 2015.
Sampa Music Festival, um dos mais importantes festivais independentes do país, irá realizar sua 14ª edição no próximo domingo, dia 28/02, em São Paulo. Na foto, a banda Gloria no palco do festival em 2015.

Podemos cair novamente naquele clichê enjoado e chato de que o Rock está morrendo, e nada de novo surgiu nesses últimos anos. Quem nos acompanha sabe que a gente aqui da Santo Rock acredita de corpo e alma que isso não é verdade. Quem diz isso não deve ter a oportunidade, ou a vontade, de acompanhar o que rola nas diferentes cenas alternativas no Brasil e no mundo.

Com a internet despejando toneladas de informação e novidades em nossas cabeças todos os dias, o conceito de curadoria (seleção de conteúdo que atenda a uma série de critérios de qualidade) nunca foi tão importante para o público e para os próprios artistas.

Para o público, a chance de viver um recorte do que há de melhor em um determinado lugar, em uma determinada época, sem se perder em meio ao caos da internet.

Para as novas bandas, um catalisador, que acelera o processo de construção de base de fãs ao vivo.

Sabemos que atualmente o negócio da música gira essencialmente em torno dos shows, do ao-vivo. É o que gera dinheiro. As bandas precisam desses festivais para alcançar um novo público e levar cada vez mais gente a seus shows ao longo do ano. Pode ser talvez o único caminho possível (junto à divulgação online) para uma banda independente atualmente.

O Copenhell acontece anualmente na cidade de Copenhagen, Dinamarca. Durante três dias headbangers de todos os cantos do país se encontram numa antiga fábrica de peças para navios para festejar as bandas independentes mais pesadas da Europa.
O Copenhell acontece anualmente na cidade de Copenhagen, Dinamarca. Durante três dias headbangers de todos os cantos do país se encontram numa antiga fábrica de peças para navios para festejar as bandas independentes mais pesadas da Europa.

Por isso, os festivais de música independente têm crescido por todo o mundo, com uma finalidade muito maior do que simplesmente abrir uma janela pra artistas que fazem um bom trabalho. Também é uma forma de expôr novos e variados sons pra quem está cansado do convencional ou perdido diante de tanta oferta de conteúdo aleatório e sem orientação.

Quer receber gratuitamente histórias e curiosidades do Rock n Roll?

>

Pintado sobre essa paisagem, temos aqui, debaixo do nosso nariz, um dos maiores festivais independentes do Brasil: o Sampa Music Festival.

O Sampa Music Festival chega à sua décima quarta edição consolidado como um dos principais festivais de rock independente do Brasil. Mais de 200 artistas já passaram pelos palcos do festival.
O Sampa Music Festival chega à sua décima quarta edição consolidado como um dos principais festivais de rock independente do Brasil. Mais de 200 artistas já passaram pelos palcos do festival.

Trocando uma ideia com Régis Renan, idealizador do evento, fiquei realmente impressionado com o tamanho da história do festival. São 7 anos de vida e 14 edições, por onde já passaram mais de 200 bandas. Praticamente todos nomes do Rock nacional surgidos a partir da década passada, começaram suas carreiras tocando no evento.

“Nosso objetivo sempre foi promover o encontro e a troca de experiências entre as novas bandas e aquelas que já faziam sucesso”, me disse Régis.

O Sampa Music Festival é praticamente um rito de passagem para as bandas independentes, na medida que as coloca em contato direto com artistas já consagrados do Rock nacional e abre as portas para que seu trabalho alcance um novo público.

Nessa edição, por exemplo, vai rolar CPM22 (que, inclusive, tocou no Sampa quando estava começando – o bom filho à casa torna) e uma pancada de bandas novas que merecem ser ouvidas com atenção: Esteban Tavares, Project46, Sala Espacial, Far From Alaska, Zander, Worst, NDK, A Última Theoria, Oponente, Trezedog, Limados e Delunes Rock. Se você não conhece, vale a pena conferir essas bandas.

O CPM22 é uma das principais atrações do Sampa Music Festival, que irá rolar no próximo dia 28. A banda comemora 20 anos de carreira com uma turnê recheada de grandes apresentações e clássicos de diferentes fases da banda.
O CPM22 é uma das principais atrações do Sampa Music Festival, que irá rolar no próximo dia 28. A banda comemora 20 anos de carreira com uma turnê recheada de grandes apresentações e clássicos de diferentes fases da banda.

Gosto especialmente de duas bandas novas desse line:

O Projetc46, que tem se consolidado como um verdadeiro fenômeno. Emergiu como um monstro da cena independente, e hoje atingiu um porte de responsa até mesmo na gringa. Metal brazuca absurdo. Se liga.

"Erro +55" é uma das principais composições da banda e conta com este clipe pancada, todo feito com cenas reais que registram a violência no Brasil.
“Erro +55” é uma das principais composições da banda e conta com este clipe pancada, todo feito com cenas reais que registram a violência no Brasil.

E o NDK, que já tem uma estrada bem sólida no cenário independente universitário e é parceira nossa no projeto Santo Rock Brotherhood (nossa iniciativa de parceria com bandas independentes). Temos um baita orgulho em dizer que vem muita coisa interessante por aí!

A banda NDK chega ao Sampa Music Festival com uma bagagem sólida de apresentações pelo circuito universitário, sedenta por divulgar seu mais recente álbum (homônimo) lançado em 2015, por meio da colaboração de fãs pela plataforma de crowdfunding Catarse.
A banda NDK chega ao Sampa Music Festival com uma bagagem sólida de apresentações pelo circuito universitário, sedenta por divulgar seu mais recente álbum (homônimo) lançado em 2015, por meio da colaboração de fãs pela plataforma de crowdfunding Catarse.

É por essas e por tantas outras, que nós da Santo Rock estaremos lá no Sampa Music Festival. E não estaremos a trabalho, mas simcomo fãs e rockers que tem a convicção de que esse tipo de evento é a única saída real para incendiar novamente esse país com música de qualidade. 

Um festival que proporciona uma experiência que contém muitas dessas coisas que comentei acima, aliado a uma estrutura digna dos festivais europeus (com dois palcos e música rolando por 12 horas, sem interrupções). É uma das melhores chances que temos para exercer nosso papel de rockers no Brasil.

Vamos assistir e apoiar bandas que podem ser e representar a nossa música amanhã. Depende de nós inflamar esse cenário, abraçar a causa e se permitir descobrir música nova. Vamo aí?

SAMPA MUSIC FESTIVAL
Quando: 28/02/16
Onde: Espaço Victory – Rua Major Ângelo Zanchi 825, coladasso na Estação Penha
Quanto: Ingressos a partir de R$ 50 (meia-entrada)
Mais informações: http://www.sampamusicfestival.com.br/

Quer receber gratuitamente histórias e curiosidades do Rock n Roll?

>

About Demiro Ferrari view all posts

Entre seus grandes feitos já enfrentou uma multidão pra ver os Rolling Stones em Copacabana e dirigiu de San Francisco a Los Angeles só pra conferir uma banda cover do Doors no Whiskey a Go Go. Lamenta não ter visto James Brown ao vivo e acredita que os vícios fazem parte das virtudes assim como os venenos dos remédios.

3 Comments Join the Conversation →

  1. coupon codes aeropostale

    muito bom obrigado pelo ótimo material parabens

    Reply
  2. http://www.gap coupon

    Thanks for sharing superb informations. Your web-site is very cool. I’m impressed by the details that you have on this blog. It reveals how nicely you understand this subject. Bookmarked this web page, will come back for extra articles. You, my pal, ROCK! I found simply the info I already searched everywhere and just could not come across. What a perfect site.

    Reply
  3. gogol

    Oi, pessoa !

    Eu viajei com amigos músicos pela interstate 10 entre Flórida e Texas, gravamos várias coisas legais ! tem vídeo stop-motion, situações engraçadas, e muita levada de rock.

    Mas meu canal está começando e precisamos de uma força.

    Vcs podem ajudar nos compartilhando ?

    Desde já agradeço, animal seu blog !

    https://www.youtube.com/channel/UCBnUPUSN-01LoZ0IW8MbqDw?view_as=public

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *