Dia Internacional da Mulher: minoria é o caralho!

E aí rocker, tudo bem?

Hoje quero propôr um exercício diferente por aqui.

Quero falar menos e ouvir mais.

Pensamos muito em como parabenizar todas as mulheres (rockeiras ou não) no dia de hoje. Pensamos em mensagens fofas, promoções relâmpagos, playlists somente com bandas que possuem rockeiras em sua formação e até em uma entrevista exclusiva com uma rocker gringa de peso.

Todas essas ideias continuam sendo boas, e eventualmente poderemos até ressuscitá-las.

Mas ontem à noite, quando estávamos aprovando a versão final desse editorial, percebi que eu não estava completamente satisfeito. Pelo contrário, eu estava incomodado. Parecia que nada disso estava à altura do significado real dessa data. Pelo menos não à altura do significado que ela tem para nós.

Por que será? Afinal, não é o que todo mundo faz nessa data?

Refazendo mentalmente a trajetória da nossa marca, eu me senti atraído para outro tipo de reflexão.

Quando fundamos a Santo Rock em 2011, o mundo era diferente. Não me entenda por velho-chato-passador-de-sermão, mas ao menos no que diz respeito ao nosso mundo – o mundo da Santo Rock – era tudo bem diferente.

Quer receber gratuitamente histórias e curiosidades do Rock n Roll?

>

As rockeiras não representavam nem 25% da nossa base de clientes. Representavam ainda menos em nossa base de leitores.

Éramos, na essência, uma marca para homens, refletindo em nossa existência, as incoerências da própria vida e do nicho do Rock n Roll.

Mas não demorou para notarmos que algo estava acontecendo.

Leitoras, clientes, fãs e amigas que cada vez mais tem nos acompanhado e feito parte da nossa história.
Leitoras, clientes, fãs e amigas que cada vez mais tem nos acompanhado e feito parte da nossa história.

Dia após dia, as mulheres começaram a ganhar espaço na nossa marca. Os lançamentos, as novas modelagens, as campanhas e as promoções passaram a trazer cada vez mais rockeiras para nossa comunidade. E isso tem sido legal demais.

De alguma forma, por algum motivo, fomos abraçados pelo público feminino. E, até onde conseguimos enxergar, temos nos esforçado ao máximo para atender esse voto de confiança.

Hoje, falamos com orgulho, que as mulheres representam exatamente metade da nossa base de clientes e de leitores.

Sim, metade.

E a partir deste ponto, gostaria de me dirigir diretamente a essa metade (na certeza de que a outra metade, a dos homens, nos acompanhará até o final).

Joan Jett é um ícone que fez e ainda faz história ao abrir espaço para as mulheres na comunidade Rock n Roll desde a década de 1970. Sua abordagem contundente e sarcástica a temas delicados como sexismo e misoginia tornou-se uma arma letal contra o conservadorismo e o machismo.
Joan Jett é um ícone que fez e ainda faz história ao abrir espaço para as mulheres na comunidade Rock n Roll desde a década de 1970. Sua abordagem contundente e sarcástica a temas delicados como sexismo e misoginia tornou-se uma arma letal contra o conservadorismo e o machismo.

Arrisco dizer que até o final do ano, vocês serão maioria por aqui, rockeira.

Vou além: você, rockeira, já não é minoria no mundo do Rock há muito tempo (como não deveria ser em lugar nenhum).

O problema é que talvez você continue se sentindo como minoria. Talvez você não se sinta devidamente representada e ouvida.

E isso tem que nos servir de motivação, rockeira.

Sabemos o quão viciadas e perigosas podem ser a máquina e a cultura do Rock n Roll, mas essa sensação de que ainda há muito pelo o quê se lutar tem que ser nosso combustível, justamente para que você continue avançando e conquistando o mundo, rockeira.

Assim como em todos os outros segmentos da sociedade, precisamos hoje combater incansavelmente e derrubar, tijolo por tijolo, essa cultura que como consequência final, faz você não se sentir plenamente segura e satisfeita em ser você mesma dentro da nossa comunidade de fãs de Rock n Roll.

O "Outubro Rosa", apesar de ter surgido como uma campanha de conscientização sobre questões da saúde da Mulher, tem se tornado um grande momento de reflexão e discussão sobre os mais diversos temas relacionados ao empoderamento das Mulheres como família, violência, mercado de trabalho e consumo.
O “Outubro Rosa”, apesar de ter surgido como uma campanha de conscientização sobre questões da saúde da Mulher, tem se tornado um grande momento de reflexão e discussão sobre os mais diversos temas relacionados ao empoderamento das Mulheres como família, violência, mercado de trabalho e consumo.

Os textos fofos, as promoções, os brindes ou qualquer outra coisa, não estariam a altura de representar essa missão diária que nós, rockeiras e rockeiros, temos que abraçar.

Por isso, no dia de hoje, nós queremos abrir espaço para que você, rockeira, nos diga o que devemos mudar na Santo Rock, no Rock e no mundo, para que você possa ser tudo aquilo que quiser ser: sem medo, sem julgamento, sem opressão.

Hoje é dia de ouvirmos.

Acreditamos que seja esse tipo de diálogo que nos faz evoluir e construir uma marca para todos, mais justa e mais democrática, que ajude a acelerar a transformação maior que a nossa sociedade tanto precisa.

Vamos quebrar o ciclo que faz com que, mesmo em datas importantes como essa, homenagens pré-fabricadas e rasas tirem o foco do que realmente importa: a mudança que precisamos perseguir e construir diariamente.

Vem, rockeira, tome esse microfone da minha mão e grite. Grite alto, a plenos pulmões, até se fazer ouvir. Só você pode fazer isso por você mesma.

Feliz Dia Internacional da Mulher Que Não Se Cala!

Quer receber gratuitamente histórias e curiosidades do Rock n Roll?

>

About Marco Sinatura view all posts

Rocker e Sócio-Fundador. Obcecado por Rock n Roll, fanático por literatura contemporânea e ferrenho defensor da cultura digital, encontrou na Santo Rock seu canal de conexão com o mundo, vivendo suas crenças, expondo suas ideias e trocando experiências com a comunidade rockeira.

3 Comments Join the Conversation →

  1. Laís Tomaz

    Na loja? Regatas com alça fina ou modelo nadador seriam incríveis!
    Esse post foi incrível! Ganharam uma cliente!

    Reply
  2. generic_viagra

    Outstanding post, I conceive people should acquire a lot from this web blog its rattling user genial. So much superb info on here

    Reply
  3. safe

    Great article post.Really thank you! Fantastic.

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *