Projeto Brotherhood: Instinto é o grito do novo Rock n Roll nacional!

Fala, rocker!

Eu sei que você já estava aí esperando pra ver qual seria a nossa próxima dica de banda.

Então aproveita que hoje é dia de falarmos da cena independente brasileira e, de quebra, trazer uma indicação de uma galera que descobrimos em nosso projeto Santo Rock Brotherhood (sem querer estragar a surpresa, mas segura o spoiler: aqui).

instinto

Ouvir o novo deveria ser um ritual comum pra todos nós, mas rodando por aí percebemos a dificuldade que as pessoas que frequentam os rockbars tem de encontrar bandas novas autorais.

Normalmente a regra é ficar no bom e velho cover (que tem o seu espaço e seu valor, claro) e existe quase um bloqueio pra se escutar e descobrir qualquer coisa além disso.

Quando a banda autoral entra no palco é a hora de ir ao banheiro, sentar, pedir algo no bar… WHATTAFUCK?

Quer receber gratuitamente histórias e curiosidades do Rock n Roll?

>

Esse é um dos grandes motivos pelos quais as casas sempre colocam esse tipo de som pra tocar naquela quarta-feira chuvosa, com cota de ingresso e o famoso cachê de “duas garrafas de água por integrante da banda + divulgação”. Enquanto isso, não é difícil entrar bandas covers no sabadão de casa lotada, com cachê por vezes gordo (talvez “gordo” seja um pouco exagerado já que sabemos o quão pouco ganha um músico).

Afinal, a casa de show quer público, quer consumo e quer dinheiro. E não tem nada de errado nisso. Tem?

mainbar-01-750x275

O problema talvez esteja no “como” essas casas passaram a atuar nos últimos anos. Criou-se um modelo viciado e mecânico, que não deixa espaço pra apostas e novidades. Existem exceções, eu sei, mas elas não são suficientes.

Isso me gera muitos questionamentos. Trago dois à mesa, só pra exemplificar.

  • “Uma banda autoral não consegue encher uma casa de shows por que não tem público”. Será?Ou é porque as casas insistem em colocá-las nas quartas-feiras chuvosas quando até a novela das nove parece uma opção fabulosa?
  • “Não existem mais bandas boas no Brasil”. É mesmo? Não são as pessoas que estão acomodadas, ouvindo as mesmas bandas todos os dias? (Essa preciso me adiantar e responder: tem banda boa pra caralho por aqui sim!).

Eu passei um tempo na Nova Zelândia e era foda ver que as pessoas saíam a noite com o objetivo de ir conhecer uma banda nova. Eles curtem o fato de descobrir bandas locais e, quando curtem, começam a acompanhá-las, o que é ainda mais incrível.

E o louco é que essas mesmas bandas que eles descobrem em um dia, pode ser a que vai estourar no dia seguinte, pois existe uma escadinha que esses músicos percorrem com as pessoas que os apoiam.

Por quê não criamos esse costume de sair pra curtir e conhecer novas bandas?

instinto 3Recentemente compartilhamos em nossa fanpage uma publicação do amigo Marcelo Campos, ex-Trayce, onde um produtor estava convidando a banda dele pra participar de um show sem cachê, alegando que a divulgação e a visibilidade do evento seriam muito grandes e compensariam a falta da grana…

PQP, sério???

Isso tudo é um problema complexo, que vai além do cultural, e que leva tempo pra se resolver. O primeiro passo é realmente as pessoas se engajarem com a causa e apoiarem as bandas autorais.

Vamos lotar a casa na quarta-feira chuvosa. Duvido que o dono não vai pensar duas vezes para colocar essa galera nos dias nobres. 

Uma das bandas que merecem esse destaque, é a Instinto, que agora ganha a sua exclusiva Santo Rock Signature Series.

10470999_898742263485672_7703663131721436275_n Nosso primeiro encontro com os caras já foi épico: foram nossos convidados pra fazer parte da sessão de fotos da coleção Wild Saints, lançada no último verão.

O quinteto passou um perrengue danado que é fotografar com a gente no alto de um prédio numa puta friaca, mas sempre com a maior boa vontade e empolgação; com aquela gana de quem tá aqui pra fazer o corre mesmo, que não tem frescura ou reservas pra suar a camisa e partir pra cima.

As fotos rolaram na cobertura do prédio da 89FM e Kiss FM, na Avenida Paulista (nem vou comentar o trabalho que deu pra levar todos os equipamentos e materiais lá pra cima). Foi simplesmente fodástico!

A sintonia foi instantânea e fizemos um dos melhores materiais de divulgação da história da Santo Rock.

Dá uma olhada em um pouco do resultado desse dia insano:

A banda surgiu com aquela história clássica (e quase poética) quando Thaigo Consani, (vocal) e Pedro Marcon (guitarra) se conheceram ainda na faculdade. Logo perceberam as afinidades musicais e interesses em comum. Daí pra frente, metade do que precisa pra se formar uma banda já estava feito.

O legal é que desde o início, em 2010, os caras continuam com a mesma formação, o que dá uma baita maturidade e consistência (quem tem banda sabe do que tô falando!).

Aqui vale um parênteses pra algo que eu sempre digo pra galera aqui no Santuário: é muito louco esse lance de um rocker sempre sacar quem são os outros rockers logo que chega em um lugar.

Parece coisa de seita secreta, onde os membros reconhecem outros membros por meio de pequenos sinais e códigos. Eu, na faculdade por exemplo, logo nos primeiros dias de aula batucava Enter Sandman na mesa e ficava de olho em quem reconhecia. Aí já sabia que aquele ali seria brother (ou sister)!

school-of-rock-nickelodeon-cast1

O Instinto, apesar de novo, já é bem calejado. Atravessarem diversas pedreiras como: o Grito da Independência do SWU, Manifesto Rock Fest e Aurora Fest, até chegar ao requisitado Superstar.

O último trabalho dos caras tá monstro, um amadurecimento incrível como banda e profissionalismo impecável.

Intitulado “Gravidade”, o álbum contou com a produção do grande Lampadinha, que tem acompanhado a banda desde os tempos do Superstar da Globo.

10660149_953228564703708_312549865580570857_n

Trocando uma ideia com os caras, eles falaram um pouco como foi o processo de gravação desse último trampo:

A gravação do disco ‘Gravidade’ foi metade feita no estúdio do Lampadinha e a outra metade no Studio Pub. Foi a primeira vez que tivemos alguém de fora no nosso processo de produção. Nossos dois primeiros discos foram produzidos inteiramente por nós mesmos” – revela Thaigo.

Pra vocês terem uma ideia da proporção que a coisa tomou, uma das faixas do álbum tem a participação de ninguém menos que Dinho Ouro Preto do Capital Inicial e agora faz parte da programação diária da Rádio 89FM, referência no Rock nacional.

Vou deixar o clipe falar por si só, confere aí e me diz o que achou:

Agora senta e chora com essa camiseta literalmente ANIMAL que estamos lançando em parceria com os caras. Apresentando agora a exclusiva Santo Rock Signature Series do Instinto!

ATENÇÃO, o lançamento funciona assim:

  • A camiseta fica no site por apenas 15 dias, encerrando a venda dia 12/05/16, às 23h59.
  • Pedidos contendo esse item serão postados somente no dia 31/05/16.
  • Importante ressaltar que essa é uma edição limitada, ou seja: não deixe passar a chance de garantir a sua, pois não há um reprint programado.

Foi uma puta satisfação trabalhar junto com esses caras na idealização da estampa e o resultado não poderia ter sido melhor.

Manda pra gente o seu comentário, suas ideias e opiniões sobre tudo isso. Estamos aos poucos trazendo bandas de todas as vertentes do Rock (nosso canal é o brotherhood@santorock.com).

Independentemente do seu estilo, precisamos construir juntos algo que torne a cena mais presente. Pra isso, só participando e dando a cara a tapa é que vamos conseguir.  

Instinto, música alta e Santo Rock. Vamos nessa que juntos somos muito mais fortes!

#santoinstinto #santorockbrotherhood #santorock

Até mais!

Quer receber gratuitamente histórias e curiosidades do Rock n Roll?

>

About Demiro Ferrari view all posts

Entre seus grandes feitos já enfrentou uma multidão pra ver os Rolling Stones em Copacabana e dirigiu de San Francisco a Los Angeles só pra conferir uma banda cover do Doors no Whiskey a Go Go. Lamenta não ter visto James Brown ao vivo e acredita que os vícios fazem parte das virtudes assim como os venenos dos remédios.

2 Comments Join the Conversation →

  1. Carlos Nunes

    Caras, muito foda essas parcerias!!!
    é isso que precisamos para o movimento rock do Brasil se fortalecer e alcançarmos alguma notoriedade e reconhecimento no país do samba e do futebol..!!!!

    Reply
  2. via_gra_pills

    Totally pent subject matter, appreciate it for selective information.

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *